quinta-feira, 3 de julho de 2014

Quando devo buscar ajuda?

Uma das tarefas mais difíceis na área da saúde, física ou mental, é ajudar quem não quer ser ajudado.
A resistência, muitas vezes, fala mais alto e as razões são inúmeras.
A pessoa pode não se reconhecer como doente, querer desistir da vida, ter medo de assumir suas fragilidades, receio de prejudicar sua autoimagem, não ter conhecimento sobre a doença ou, até mesmo, achar que pode resolver sozinho.
Não importa o motivo! A demora em procurar ajuda, pode prejudicar o prognóstico e dificultar o tratamento.
Momentos de tristeza, desamparo, cansaço, são comuns. No entanto, se os sentimentos se tornam intensos e longos, prejudicam a vida pessoal, social, familiar e profissional, então é hora de buscar ajuda.
Em caso mais leves, a pessoa consegue, por si só, buscar apoio e ajuda de terceiros. No entanto, em casos mais graves, a pessoa tende a isolar-se, apresenta indiferença, abandona suas atividades sociais e profissionais, além de desenvolver ideias suicidas. Essa situação compromete, inclusive, a higiene, a aparência, a saúde e a própria vida do indivíduo. Falta energia, falta esperança!
Nesses casos, o papel da família e dos amigos torna-se imprescindível, que devem tomar a iniciativa e buscar apoio. Quanto mais rápido, melhor!
Um trabalho multidisciplinar, com diversas especialidades, auxilia no equilíbrio emocional não só do paciente, mas também da família e dos amigos que sofrem, igualmente, com a situação. A EFT faz parte desta equipe e pode te ajudar.
Entre em contato!



Nenhum comentário :

Postar um comentário