terça-feira, 19 de agosto de 2014

Ligue o som que tanto a música como a EFT tocam a alma e nos despertam para a vida

Longe de ser somente diversão, é de senso comum que a música relaxa, alegra e nos deixa mais otimistas, a novidade é que um estudo norte-americano comprovou o que já sabíamos. E ainda complementa, os benefícios são sentidos mesmo quando estamos envolvidos em outras atividades.
A música é um dos estímulos mais potentes para ativar os circuitos do cérebro, ajuda a afinar nossa sensibilidade, aumenta a nossa capacidade de concentração, desenvolve o raciocínio lógico-matemático e a memória, além de desencadear emoções. Logo, ouvir música pode trazer muitos benefícios para a nossa saúde, nosso corpo e nossa mente.
Na música encontramos a maneira mais emocionante de recordar um passado, triste ou alegre, as canções de ninar são provas de que música e afeto se unem e  muitas vezes nossas melhores lembranças de acolhimento e carinho dizem respeito às nossas memórias musicais, o mesmo vale para romances que têm seus melhores momentos eternizados em uma canção.
Além de evocar o passado, a música pode trazer, também, um estado de relaxamento. É claro que as pessoas têm suas preferências musicais, mas é possível relaxar com músicas calmas e tranquilas e também com músicas de ritmo acelerado, pois a pessoa pode “extravasar” e assim sentir-se mais bem disposta.
Por outro lado, sabe-se que algumas músicas podem evocar estados nostálgicos, e nos fazer lembrar momentos de tristeza ou irritação. Nesse caso, a EFT torna-se importante, pois é possível trazer à tona as emoções, os traumas e as crenças que acumulamos durante nossa vida, e com os toques e o som da música, dissolver tais sentimentos.
A EFT pode utilizar seu repertório musical para trazer alívio e sentimento de bem estar, pois música é história, é lembrança, é inspiração.
Tanto a música como a EFT tocam a alma e nos despertam para a vida.
Experimente!



Nenhum comentário :

Postar um comentário