domingo, 3 de agosto de 2014

Sintomas associados à Fibromialgia

De acordo com Milton Hammerly, médico de família e diretor do Centro de Medicina Integrativa do Catholic Health Initiatives, com sede em Denver, EUA, é melhor pensar em Fibromialgia como um rótulo utilizado para descrever uma síndrome, isto é, um grupo de sinais e sintomas.
Os principais são:
·               Dor muscular crônica generalizada e difusa;
·               Pontos sensíveis específicos de dor.
Mas estes não são os únicos. Há uma extensa lista de sintomas que pode variar de pessoa para pessoa, tanto no tipo como na severidade.



A forma de sentir a dor também pode alterar. Há pacientes que relatam pontadas, queimações, fisgadas, outras dizem que arde, lateja, sentem como apunhaladas, cólicas ou até mesmo têm a impressão de que seus músculos estão sendo rasgados.
O local da dor também se modifica. “A dor anda pelo meu corpo” explicou uma paciente. E realmente, dependendo do horário do dia, da atividade que está sendo realizada, da qualidade do sono, do estresse e até mesmo da condição climática, a dor muda de local, intensidade e forma.
A dor é sentida nos músculos, em volta das articulações, mas também afeta o lado emocional, pois a dor é também incapacitante, limitante, gera preconceito.
O remédio para o preconceito? Informação!

Portanto, divulguem! Compartilhem! Mostrem a todos o quão dolorosa é a Fibromialgia, não só para o corpo, mas para a mente e para o coração.



Nenhum comentário :

Postar um comentário