quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A dor física e a emoção de um ressentimento: uma conexão surpreendente

Muitas vezes não percebemos que mágoa e ressentimento podem trazer dores e outros problemas para nosso corpo e mente. Frequentemente encontro pessoas com Fibromialgia, e com clareza, pode-se ver que existe uma sombra de depressão na vida dessa pessoa, ou ela se acostumou a, como a água, se encaixar nas necessidades e desejos de outras pessoas. Acabamos, sem perceber, agredindo nosso corpo, que passa a nos enviar mensagens de que algo tem de ser feito para eliminar o problema ou agressão.
Logo, o que teve início no mundo mental passa a se manifestar no mundo físico, pois foi ignorado e a dor talvez seja a única maneira que nosso corpo tem de nos mostrar que algo está errado.
O ressentimento, por exemplo, pode significar coisas diferentes para pessoas diferentes. Você pode pensar que não guarda mágoa, mas se sofre de qualquer dor ou outros sintomas que não desaparecem, provavelmente você está preso a situações ou relacionamentos antigos e carrega emoções mal resolvidas mantidas vivas por esse ressentimento.
Uma forma de olhar para esse sentimento é vê-lo como uma reação negativa causada por uma experiência. Ele pode ser reconhecido através de uma variedade de emoções como raiva, ódio, que você não consegue superar.
O ressentimento, muitas vezes, anda junto com a autossabotagem, pode ser a razão pela qual você está incapaz de se curar física ou emocionalmente.
Tanta mágoa gera estresse emocional que, consequentemente, causa bloqueios energéticos em seu corpo, levando-o a dores, depressão, ansiedade, crises de pânico. A energia fica presa em você e você fica preso na doença!
Sendo assim, quando você neutraliza os fatores emocionais causados pela mágoa, rancor, ódio, muitas vezes a dor desaparece.

Considere que sua energia é como uma conta bancária; você tem essas energias entrando em seu corpo, elas são tanto positivas como negativas; vão sendo guardadas num cofrinho mental e o Universo faz, todos os dias, diversos depósitos nela.
O seu papel na vida, assim como um gerente de banco, é fazer investimentos com essas energias. Cada investimento contribui para uma parte da sua força de vida.
Estes investimentos podem ser: ajudando uma pessoa, emitindo um pensamento ou uma atitude positiva, cultivando um sonho, ou por outro lado, podem ser em forma de um trauma, uma situação de medo, raiva, etc.

Portanto, preste atenção em suas atitudes...
Será que você está investindo nas suas energias positivas ou nas suas energias negativas?
Sua conta bancária está positiva ou negativa?
Os seus ressentimentos, estão sendo alimentados com pensamentos e atitudes?
Será que as suas dores são sinais de alerta do seu corpo?
Se sim, o que elas estão querendo te avisar?

A EFT pode te ajudar a encontrar essas respostas e muitas outras...
Experimente!


Baseado nos textos de Gwenn Bonnell



Nenhum comentário :

Postar um comentário