domingo, 19 de outubro de 2014

EFT num instante


Se você está lendo este texto, provavelmente quer muito fazer a EFT, mas lhe falta tempo...
Ou então, você tem preguiça... Deixa sempre para depois e acaba por não fazer!
Talvez já tenha tentado fazer a EFT, mas encontrou dificuldades.
Talvez você já tenha uma super experiência, mas simplesmente não consegue o mesmo sentimento.
Se você se identificou com alguma das hipóteses citadas acima, então a técnica da EFT num instante pode te ajudar.
Você poderá fazer a EFT em qualquer momento...
Por exemplo,
Quando estiver estressado, ou quando estiver com raiva, se não conseguir dormir ou se ficar ansioso, até mesmo se precisar de uma grande ideia.
Vamos começar com 01 minuto...
Começamos assim porque 01 minuto passa tão rápido que é muito difícil percebê-lo.
01 minuto é como um momento que você pode segurar.
Você sabe quando começa e quando termina, então é mais fácil entender.
Se você estiver pronto, vamos fazer o minuto básico agora.
Talvez você queira fechar a porta, ou avisar às pessoas que você não estará disponível no próximo minuto.
Pronto? Vamos lá...

Use o cronômetro do celular ou do seu relógio para saber quando terminar.
Sente-se confortavelmente.
Feche os olhos...
Concentre-se!
Pense em algo que está te incomodando...
E bata nos pontos... Leves batidas em cada um dos pontos da EFT.
Mantenha a atenção nos seus sentimentos...
Se pensar em outras coisas, não tem problema! Volte sua atenção para o que está sentindo e continue.
Quando acabar o 1 minuto, abra os olhos e perceba como está se sentindo...
Talvez um pouco mais revigorado, um pouco mais alerta, com a mente mais aberta...
Nada mal para 01 minuto, não é mesmo?
E quanto mais você fizer, melhor fica.
Faça sempre que achar necessário, sempre que sentir um desconforto, tanto físico como emocional...
O objetivo do minuto básico em EFT é mostrar que você pode fazer uma mudança significativa no seu estado mental, rapidamente!
Desta forma, 01 minuto de EFT se transformará em 01 dia prazeroso!
Experimente!

Baseado no vídeo: On Moment Meditation

Nenhum comentário :

Postar um comentário