quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Escrevendo Livremente

"Escrevendo Livremente" é o fluxo da consciência por escrito. Te permite ficar mais atento ao seu diálogo interno.
É uma maneira da pessoa se conhecer melhor e também de fazer uma limpeza mental.
Quando colocamos no papel, nos permitimos ter uma nova perspectiva. É como se estivéssemos olhando de fora, algo interno.
Mas, como fazer?
Você precisará de 10 a 15 minutos e de um lugar tranquilo que você não seja incomodado.
Também precisará de lápis ou caneta e algumas folhas de papel.
E comece a escrever...
Escreva tudo que vier a sua mente! Escreva sem parar! Sem pensar! Apenas escreva...
Se você não consegue se lembrar de algo para escrever, comece com: ‘Eu não consigo me lembrar de algo para escrever’
Não censure, deixe tudo aparecer no papel. Não importa se for incomum, surpreendente ou inaceitável.
Escreva cada simples pensamento, mesmo os que pareçam irrelevantes.
Só pare quando os pensamentos ‘sossegarem’, deixarem de fluir...
Quando terminar, dobre o papel.
Faça uma rodada de EFT para essa descarga de emoções, lembranças e sentimentos...

Frases de preparação:
“Apesar de tudo que acabei de escrever, eu me amo e me aceito profunda e completamente”
“Apesar de todas as emoções, lembranças e sentimentos que tenho dentro de mim e que coloquei pra fora neste momento, eu me amo e me aceito profunda e completamente”
“Apesar de tudo que acabei de escrever, eu me amo e me aceito profunda e completamente”

Frases lembrete:
  1. Início da sobrancelha: O meu diálogo interno que está agora no papel;
  2. Lado do olho: O meu diálogo interno que está agora no papel;
  3. Embaixo do olho: O meu diálogo interno que está agora no papel;
  4. Embaixo do nariz: O meu diálogo interno que está agora no papel;
  5. Entre a boca e o queixo: O meu diálogo interno que está agora no papel;
  6. Início da clavícula: O meu diálogo interno que está agora no papel;
  7. Embaixo do braço: O meu diálogo interno que está agora no papel;
  8. Topo da cabeça: O meu diálogo interno que está agora no papel.


Depois de algumas rodadas, leia o que escreveu.
Muitas coisas podem não fazer mais sentido.
Outras podem ainda persistir. Neste caso, faça mais rodadas!


Baseado no texto de Reg Connolly



Nenhum comentário :

Postar um comentário