terça-feira, 4 de agosto de 2015

Origens do medo

Se o medo suscita outras emoções, qual seria a origem dele? Há duas respostas tradicionais para isso. A primeira consiste em afirmar que se trata de uma emoção inata e a segunda em argumentar que as emoções são inatas, mas apenas como reações reflexas, e só são experienciadas por inteiro quando as dividimos com os outros, pois seria pela interpretação, aprendida e modulada socialmente, que a expressão se completa.
A atitude teórica mais consensual é que a emoção é desencadeada por certos contextos e sinais típicos de cada espécie. No caso do medo, isso se desdobra ou se amplia em um contexto mais extenso formado pela aprendizagem e generalização.
O medo é a emoção que se expressa de forma mais regular por meio de indicadores corporais fixos, como elevação de batimentos cardíacos, sudorese, eriçamento de pelos, descarga de hormônios do estresse, dilatação da pupila.
Por este motivo, com a EFT, podemos tratar o medo através dos sinais físicos, além das lembranças, dos traumas e dos sentimentos que o envolvem.
Não deixe o medo te paralisar!

Experimente!


Nenhum comentário :

Postar um comentário